ENTENDENDO O VOLUME DA SUA PRANCHA

SUA PRANCHA É UM SISTEMA COMPLEXO

São muitas as variáveis envolvidas na concepção de um foguete. Em suma, é preciso avaliar as características do surfista (nível de habilidade, estilo de surfe, preparo físico, peso, altura e formato do corpo) e as condições do mar (formação, tamanho e força das ondas), além dos materiais utilizados e das técnicas de construção. Portanto, não existe prancha perfeita. O que existe é prancha adequada para cada surfista e situação.

O VOLUME NÃO PRECISA SER EXATO

Por mais certeira que seja a construção da prancha, num dia você pode acordar um pouco mais leve, em outro ligeiramente mais pesado. Um pouco menos disposto, ou mais pilhado. Além disso, nenhuma onda é igual. Mesmo nos picos mais perfeitos, existem variações relevantes entre uma onda e outra. Por isso, você não precisa se preocupar em ter um número perfeito de volume, simplesmente porque ele não existe. Faz mais sentido você buscar uma faixa de volume do que um número cravado. Assim, variações de aprox. 10% para cima ou para baixo no volume podem ser interessantes.

 

TABELA DE VOLUME

Pensando nisso, criamos uma tabela de referência com três variáveis:

 

1) Peso: é seu ponto de partida. Em uma conversa mais detalhada com o shaper, outras características físicas do surfista poderão ser consideradas como altura, idade e preparo físico.

2) Nível de habilidade: trata-se da sua experiência no surf. Pense na sua capacidade de fazer a leitura da onda e na habilidade para executar manobras com precisão e estilo.

> Nunca surfou: ou ainda está aprendendo a ficar em pé

> Iniciante: coloca no corte e tenta algumas manobras básicas

 

> Intermediário: percorre grande parte da onda, tenta a maioria das manobras e acerta algumas

 

> Avançado: tem estilo, alcança grande velocidade e acerta a maioria das manobras com potência

 

> Profissional: preparo físico sobre-humano, quebra a vala sem piedade e deixa geral do pico no chinelo

 

3) Força da onda: é a potência do mar, ou seja, a capacidade que a onda tem de empurrar o surfista. A força da onda pode ter relação com sua formação (cheia, cavada, rápida, lenta) e seu tamanho, mas essa relação nem sempre é tão direta. Em alguns picos, a onda tem formação mais cheia mas isso não significa que ela seja fraca (exemplo Praia da Macumba - RJ).

Conheça as pranchas mais adequadas para cada surfista e condição de mar

Tem alguma dúvida e quer uma resposta agora?
Chama no WhatsApp!
(21) 96753-3840
CHEGUE BEM INFORMADO NO OUTSIDE

Conteúdo relevante sobre pranchas e acessórios,
promoções exclusivas e últimas notícias.

WE Surfboards logo prancha de surf

Seguro SSL - HTTPS/TLS

© 2020 WE Surfboards – Todos os direitos reservados  |  111.107.047-47  |  Av. das Américas, 411 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro/RJ CEP 22631-904